Breaking News
Home / Poesia / Mãe

Mãe

De patins,de bicicleta,                                                                                

de carro, moto, avião                                             

nas asas da borboleta

e nos olhos do gavião

de barco, de velocípedes                                                            

a cavalo num trovão

nas cores do arco-íris                                                  

 no rugido de um leão

na graça de um golfinho

e no germinar do grão

teu nome eu trago, mãe,

na palma da minha mão.

Sérgio Caparelli

Bom ler também!

ULTIMATUM

Mandato de despejo aos mandarins do mundo Fora tu, reles esnobe plebeu E fora tu, …