A lenda do Guaraná

A essência dos frutos

(Maué)

          Aguiry era o mais alegre indiozinho da tribo. Alimentava-se somente de frutas, e todos os dias saía pela floresta à procura delas, Trazendo-as num cesto para distribuí-las entre seus amigos.

          Certo dia, Aguiry perdeu-se na mata por afastar-se demais da aldeia. Acabou por dormir na floresta, pois ao cair da noite não conseguiria encontrar o caminho de volta.

          Jurupari, o demônio das trevas, vagava pela floresta. Tinha corpo de morcego, bico de coruja e também se alimentava de frutas. Ao encontrar i índio ao lado do cesto não hesitou em atacá-lo.

           Os índios, preocupados com o menino saíram a sua procura, encontrando-o morto ao lado do cesto vazio. Tupã, o Deus do Bem, ordenou que retirassem os olhos da criança e os plantassem sob uma grande árvore seca. Seus amigos deveriam regar o local com lágrimas, até que ali brotasse uma nova planta, da qual nasceria o fruto que conteria a essência de todos os outros, deixando mais fortes e felizes aqueles que o comessem.

          A planta que brotou dos olhos de Aguiry possui as sementes em forma de olhos, recebendo o nome de guaraná.