Poesia

Alguém dormiu com minha juventude

Alguém dormiu com minha juventude

e entre retalhos baratos de chita

a perdeu no raiar do dia

E ela encantou-se com as flores

as formas geométricas, as bolinhas

os pássaros, as borboletas

Ah, as borboletas!

Com essas perdeu-se nos dias

esperando florir o Flamboyant

E só muito, muito tarde

lembrou-se de partir

alguém dormiu com minha juventude.

Quem terá sido?

Carmem sueli