Poesia

BRASIL

Carnaval Del Pueblo 2009 Dancers

O Zé Pereira chegou de caravela

E preguntou pro guarani da mata virgem

— Sois cristão?

— Não. Sou bravo, sou forte, sou filho da Morte

Teterê Tetê Quizá Quizá Quecê!

Lá longe a onça resmungava Uu! ua! uu!

O negro zonzo saído da fornalha

Tomou a palavra e respondeu

— Sim pela graça de Deus

Canhém Babá Canhém Babá Cum Cum!

E fizeram o Carnaval

Oswald de Andrade

Enhanced by Zemanta