Contos e lendas da África Poesia textos

Carta de um escritor africano

ANUNCIO

united colors of benetton

Meu irmão branco…

Quando eu nasci, eu era negro.

Quando eu cresci, eu era negro.

Quando eu vou ao sol, eu sou negro.

Quando eu estou com frio, eu sou negro.

Quando eu estou com medo, eu sou negro.

Quando eu estou doente, eu sou negro.

Quando eu morrer, eu serei negro.

E você Homem Branco,

Quando você nasceu, era rosa.

Quando você cresceu, era branco.

Quando você vai ao sol, fica vermelho.

Quando você fica com frio, fica roxo.

Quando você está com medo, fica branco.

Quando você fica doente, fica verde.

Quando você morrer, ficará cinza.

Depois de tudo isso Homem Branco, você ainda tem o topete de me chamar de homem de cor?

Extraído do livro – Sabedoria em parábolas – 4ª Edição – Prof. Felipe Aquino

Enhanced by Zemanta