Breaking News
Home / Poesia / O acordar

O acordar

Ipê Florido

Silenciosamente a luz desce

E sobre a Terra ilumina

Os corações doídos

E alimenta a natureza.

 

Os ipês amarelos de alegria

Balançam suavemente

Suas flores de sol

E gracejam para o dia.

 

O sol que quase não dorme

Já morna as águas do mar

Acorda os passarinhos

_Bom dia!

 

Os passarinhos que já esperavam

Voam de um lado para o outro

Catam alimentos para o corpo

E cantam para encantar as almas.

 

As almas…

Essas eu não sei se acordaram.

Carmem Sueli

Enhanced by Zemanta

Bom ler também!

ULTIMATUM

Mandato de despejo aos mandarins do mundo Fora tu, reles esnobe plebeu E fora tu, …