Poesia

O João de Ipumirim

English: St Suzana's Curch's Bell

Blém, blém, blém!…
Toca o sino da matriz
São seis horas da manhã
Me acordo, sou o João!
O João da poesia
O João da antiga Vila Harmonia
O João da alegria
O bisneto da nona Maria.
O João de Ipumirim
Que cuida do jardim
Que pratica esporte, lazer
Dança gaúcha folclórica, prazer.
O João que ama a escola
Vive chutando bola
Ama a rua onde mora
Não deixa pássaro na gaiola.
O João que faz fogo no fogão
Que sapeca o pinhão
Que toca seu violão
Que bebe o bom chimarrão.
O João que brinca no parque da praça
Que com o amigo faz graça
Que desenha na vidraça
Que é feliz quando abraça.
O João que vai à piscina
Que no judô fascina
Que anda de skate na esquina
Que sua bicicleta empina.

Aluno: João Pedro Artifon Canton

Professora: Argelia Peixoto
Escola: E. E. Interventor Júlio de Carvalho – Espera Feliz (MG)

Enhanced by Zemanta

Sobre o autor

Carmem Sueli

Meu nome é Carmem Sueli, sou professora de Língua Portuguesa do ensino fundamental maior com formação em Licenciatura Plena em Letras -Português na Universidade Federal do Piauí e Especialista em Cultura Afrodescendente e Educação Brasileira pela mesma universidade. Aqui você pode tirar suas dúvidas e aumentar as minhas, pode também perguntar, responder... o único problema que vamos enfrentar é minha incipiência com esse instrumento de trabalho, mas vamos lá!