Palavras de origem indígena

Índios
Índios (Photo credit: Wikipedia)

ABABÁ – é uma tribo tupi-guarani que morava nas cabeceiras do rio Corumbiara, no Mato Grosso.

ABACATAIA – é um peixe de água salgada.

ABAÇAÍ – pode ser alguém que espreita ou que persegue; também é um espírito maligno que perseguia os índios, fazendo-os enlouquecer.

ABAETÊ – (ou Abaeté) significa “pessoa boa, honrada, de palavra”. A Lagoa de Abaeté, na Bahia, é um dos pontos turísticos mais famosos do Brasil.

ABAETETUBA – quer dizer “lugar cheio de gente boa”.

ABAITÉ – gente ruim, repulsiva ou estranha.

ABAQUAR – é o “senhor do vôo”, o “homem que voa”. É o mesmo que “abequar”.

ABARÉ – amigo.

ABARUNA – é o “amigo de roupa preta!”; pode ser usado significando “padre”, já que, antigamente, era comum os padres usarem batinas pretas.

ABATI – significa “milho”, ou “cabelos dourados” (da cor do milho).

AÇAÍ – agora que virou moda, todo o mundo conhece aquele coquinho pequeno amarronzado, que dá em cachos na palmeira do açaizeiro. “Açaí” quer dizer “fruta que chora”, ou seja, de onde sai líquido.

ACARÁ – garça, ave branca.

ACEMIRA – significa “o que faz doer”, “o que dói”.

AÇU – quer dizer “grande”, “comprido”; é um termo que aparece em nomes como “Iguaçu” e “Paraguaçu”.

AGUAPÉ – redondo e chato, como a vitória-régia; aguapés são as plantas que flutuam em águas calmas.

AIMARA – quer dizer “árvore”.

AIMORE – espécie de macaco; também é uma marca de biscoito famosa.

AISÓ – quer dizer “formosa”.

AIYRA – filha.

AJUBÁ – quer dizer “amarelo”.

AMANA – (ou amanda) chuva.

AMANACI – é “a Mãe da Chuva”.

AMANAIARA – é a “Senhora da Chuva” ou o “Senhor da Chuva”.

AMANAJÉ – significa “mensageiro”.

AMANARA – quer dizer “dia chuvoso”.

AMAPÁ – é uma árvore da família das apocináceas, de madeira útil e de cuja casca, amarga, sai um látex medicinal, que serve para o tratamento da asma, bronquite e afecções pulmonares; usada externamente serve como cicatrizante de machucados.

AMERÊ – quer dizer “fumaça”.

ANACÊ – significa “parente”.

ANAUÊ – quer dizer “salve”, “olá”.

ANHANGÜERA – (ou aanhangüera) diabo velho.

AONDÊ – é “coruja”.

APOENA – aquele que enxerga longe.

ARACY – a “Mãe do Dia”, a fonte do dia, ou a origem dos pássaros.

ARAPUCA – é uma armadilha para aves, feita com uma pirâmide de gravetos colocados uns sobre os outros; no português falado no Brasil, diz-se “caí numa arapuca”, significando que a pessoa foi vítima de uma armadilha.

AUÁ – (ou avá) homem, mulher, gente, ou índio.

Fonte:www.mingaudigital.com.br

Enhanced by Zemanta