Breaking News
Home / Poesia / Poema à Pátria

Poema à Pátria

Poema à Pátria

Urubu à tête rouge / Turkey Vulture

Ó grande país,

tu aderiste também.

Teus urubus são inquietados

nos teus ares altíssimos pelos aviões.

Nos teus céus os anjos já não podem solfejar,

sufocados de fumaça, importunados pelo pessoal

do limbo.

Tu vais ficar irremediavelmente

toda américa,

irremediavelmente gêmeo

irremediavelmente comum.

Jorge de Lima. In Poemas negros.

Bom ler também!

ULTIMATUM

Mandato de despejo aos mandarins do mundo Fora tu, reles esnobe plebeu E fora tu, …