Breaking News
Home / Poesia / S…

S…

O cajueiro que você plantou
Outra vez se coloca
em fruto e flor.
Seguindo o interminável ciclo
da vida que se faz vida
pássaros miudinhos bicam
os primeiros frutos da safra,
movimento de alegria
se espalha pelo ar
E você, livre,
deve , do infinito,
vislumbrar ainda mais
beleza do que vê
meu coração carregado
de saudade.

Carmem Sueli

Bom ler também!

ULTIMATUM

Mandato de despejo aos mandarins do mundo Fora tu, reles esnobe plebeu E fora tu, …

2 comentarios

  1. olá profª Carmen,gostaria de receber o gabarito da atividade avaliativa para o 8° ano,aquela do da lenda da lua e sobre os tipos de predicado.

    Grata,

    Abraços

    • Carmem Sueli

      Amiga, só hoje vi que talvez não tenha atendido sua solicitação. Poderia por favor me indicar qual a atividade.