SER CIVILIZADO: UM DESAFIO PARA TODOS

perseguição

Caros amigos, recentemente presenciei uma pessoa ser perseguida on-line só porque seu blog fazia um razoável sucesso. Coisa de louco. A criatura do outro lado, que nem sequer conhece a luta da pessoa fez o que podia para tirá-la de circulação. Não parou nem um segundo para analisar, que se aquilo não era o ganha pão da pessoa, mas poderia ser importante para ela, no caso, é sua conexão com o mundo, é a maneira que ela encontrou para ainda assim fazer o que gosta e manifestar suas fortes opiniões sobre os acontecimentos do cotidiano nacional e internacional, é a forma que ela encontrou para manter no seu mundo os elementos que sempre fizeram o cenário de normalidade da sua vida, e tudo isso por que seu blog poderia estar rendendo mais que o dele.

Fiquei meio assustada com a disposição das pessoas para numa existência tão curta quanto é a do ser humano fazer tantos inimigos. É incrível e estranho também como a civilidade está cada vez mais difícil, não se respeita mais o direito do outro, nem mesmo dentro do seu próprio espaço. E o pior é que a cada vitória o dito cujo mandava comentários de comemoração pelo seu feito, diga se de passagem digno das mais escuras entranhas da Terra ou da mente doente que se compraz com a suposta derrota do outro, nem que isso não melhore sua vida em nada. Muito pelo contrário sua mediocridade é a mesma, seus artigos são sem graça, só têm o intuito de enganar o leitor e fazê-lo supor que está sendo informado.

Contudo, aparentemente, como ela disse , o mal está vencendo o bem. Eu sei que isso não é verdade, o mal nunca sobrepuja o bem. Mas momentaneamente causa um impacto negativo e uma sensação de ruína naqueles que lutam com tenacidade, mas sobretudo com honestidade e respeito pelas diferenças, inclusive a do pensar. Definitivamente, eu não estou no mundo para fazer inimigos, mas para algumas pessoas, se é que assim podem ser chamadas , esse é o esporte favorito.

Valha-nos Deus!

Carmem Sueli

Uma resposta

  1. Carmem Sueli 20/06/2014