Breaking News
Home / Poesia / Um resquício de malquerença

Um resquício de malquerença

Um resquício de malquerença
Atravessou meu dia
Levou a brisa da manhã
Levou o canto dos pássaros
Levou meu sonho preferido
Levou minha fé na vida
Levou minha alegria
E deixou sabe-se lá onde
Lá onde o gato perdeu as botas
Na curva do tempo
Nas asas do beija-flor
Na ponta do arco-íris
Ou em algum botão de rosa
Nascido na primavera.
Carmem Sueli
Enhanced by Zemanta

Bom ler também!

ULTIMATUM

Mandato de despejo aos mandarins do mundo Fora tu, reles esnobe plebeu E fora tu, …