Verbo/Estrutura verbal

Os verbos, como todas as outras palavras da, são feitos de pequenas unidades ou partes. Observe como se estrutura a palavra estud- a+ re+ mos

As partes (morfemas) que participam da estruturação das formas verbais são radical, vogal temática e desinências.  Cada uma dessas unidades informa alguma coisa sobre o verbo.

Radical – é o morfema que contém a significação básica do verbo. Nos verbos regulares ele se repete em todos os modos e tempos, sem sofrer alterações.

Dica: para se obter o radical de um verbo, basta retirar as duas últimas letras do infinitivo.

AM –ar (amo, amei, amava, amara,amarei, amaria)

VEND- er (vendo, vendi, vendia, vendera, venderei, venderia)

PART-ir (parto, parti, partia, partira, partirei, partiria)

Vogal temática – é a vogal que aparece depois do radical, que permite a sua ligação com as desinências e indica a conjugação a que os verbos pertencem.  Na língua portuguesa há três vogais temáticas:

-a- indica a 1ª conjugação: am a r

-e- indica a 2ª conjugação: vend e r

-i- indica a 3ª conjugação: part i r

O conjunto formado pela soma do radical e da vogal temática é chamado de tema.

Desinências – são morfemas que se acrescentam ao tema para indicar as flexões do verbo. Indicam as pessoas do discurso (1ª, 2ª e 3ª), o número (singular e plural), o tempo e o modo. verbal. Observe:

Estudaremos

estud – radical

a – vogal temática

estuda – tema

re – desinência de modo e tempo (futuro do indicativo).

mos – desinência de número e pessoa (1ª do plural).

Observação: o verbo pôr e seus derivados vêm da forma portuguesa arcaica poner, do latim ponere. Por isso, têm vogal temática E pertencem a 2ª conjugação.

Enhanced by Zemanta